Blog

Falta de informação contribui para o aumento de cáries dentárias

Falta de informação contribui para o aumento de cáries dentárias

Vários fatores podem desencadear o desenvolvimento de cáries dentárias, como higiene bucal inadequada, o não uso de fio dental, a  não fluoração com água potável, falta de uso de creme dental com flúor, predisposição genética para a concentração de algumas bactérias e alimentos com alto teor de açúcar, quando não há escovação correta. Porém, a médica Dra. Fernanda Ceragioli acredita que a falta de informação e educação em relação aos fatores de risco colaboram muito para o aumento dos casos.

“Os números são muito significativos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% da população mundial tem esse problema, o que nos leva a crer em uma defasagem no conhecimento sobre cáries. É preciso ter orientação a respeito da higiene bucal desde o nascimento de um bebê. Portanto, os pais tem papel fundamental para a educação dentária”, explica a especialista.

Porém, a cárie está presente não só entre as crianças, mas em todas as faixas etárias. Nesse sentido, o esclarecimento cabe a toda população. “A cárie é uma lesão na parte externa do dente causada por ácidos produzidos pelas bactérias presentes na boca. A conduta ideal para evitar esse problema são as medidas preventivas associadas à higiene bucal adequada, a utilização de flúor e avaliação odontológica precoce e rotineira”, complementa a Dra. Fernanda Ceragioli.

Veja quatro informações importantes sobre o desenvolvimento de cáries que contribuirão para melhor educação dentária:

 

Escovação após todas as refeições

“Você já deve ter ouvido falar muito sobre uma boa escovação, mas é sempre válido reforçar, pois esse processo é realmente muito importante! Reduz o acúmulo de alimentos em volta dos dentes e gengivas, prevenindo a cárie”, explica a Dra. Fernanda Ceragioli. No caso das crianças, orienta-se principalmente após as festas infantis, momentos de maior consumo de alimentos açucarados. É fundamental que os pais estejam presentes na hora da escovação, garantindo melhor limpeza. Outra dica é nunca colocar a criança na cama sem ter realizado a devida higiene.

 

Avaliação odontológica periódica

“Estudos mostram que a consulta odontológica precoce e rotineira dos dentes, desde os primeiros anos de vida, reduz o risco de cáries”, diz a médica. Além disso, também existe a possibilidade de uma pessoa ter defeitos no esmalte dentário e essa situação também pode estar associada às cáries. Isto é, fatores genéticos podem ser influenciadores e o especialista poderá orientar da melhor maneira.

 

Uso de flúor

A proteção do esmalte pode ser realizada por meio de flúor, que pode estar contido na água potável da cidade ou nos produtos de limpeza bucal como cremes dentais e soluções de enxague.  As crianças pequenas não devem ingerir o creme dental.

 

Ingestão de açúcar

Nenhum alimento isoladamente tem o poder de causar uma doença ou um problema de saúde, o mesmo vale para a constante dúvida se o açúcar é o responsável pela cárie. O alimento, rico em carboidratos simples, predispõe para aumento das bactérias na região dos dentes e gengivas, produzindo substâncias ácidas que acarretam a destruição do esmalte e dentina do dente, provocando as cáries. Mas isso só acontece se o indivíduo não faz limpezas diárias, não utiliza flúor na prevenção e não faz avaliação periódica odontológica.

“O fato de ingerir alimentos ricos em açúcares, mas sem realizar higiene bucal adequada  (escovação, fio dental e uso de flúor – creme dental ou solução de enxague ou água potável fluorada) é o que contribui para a formação de cárie, independentemente da condição genética. Porém, saliento: Quando há uma limpeza adequada, os restos de alimentos não ficarão na região da gengiva e dentes, e haverá menor probabilidade de  formação da cárie”, orienta a especialista.



Instagram

Quer mais dicas de saúde e bem-estar? Siga-nos no Instagram!



Leia mais sobre Saúde

Biscoito de Castanha da Amazônia

Biscoito de Castanha da Amazônia

Não é novidade para ninguém a importância da Amazônia para o ecossistema do mundo todo, mas você sabia que ela também apresenta uma expressiva contribuição para o cardápio brasileiro? Um exemplo é a castanha-do-Pará, ou castanha-do-Brasil. Nativa da região, é chamada atualmente de castanha da Amazônia e se expande por muitos países da América do […]

Dia Mundial da Alimentação: oportunidade de alerta sobre a nossa relação com a comida

Dia Mundial da Alimentação: oportunidade de alerta sobre a nossa relação com a comida

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, na última década o aumento de obesidade e diabetes foi de 60% e 61%, respectivamente São Paulo, outubro de 2017 – Criado na década de 1940, o Dia Mundial da Alimentação é comemorado no dia 16 de outubro com a finalidade de alertar a população sobre a necessidade […]